DisciplinaTópicos em Desenvolvimento de Processos Químicos302/A

INFORMAÇÕES SOBRE A DISCIPLINA

Instituto: Faculdade de Engenharia Química

Prof. Responsável: Adriano Pinto Mariano

Métodos: Aulas, análise crítica de casos de estudos, e aprendizado baseado em projeto

OBJETIVOS DA DISCIPLINA

  1. Ensinar ao estudante de pós‐graduação da FEQ e de outras unidades de ensino fundamentos básicos e avançados para a avaliação técnico‐econômica de tecnologias e processos de biorrefinarias desenvolvidos em seus trabalhos de pesquisa.
  2. Promover o empreendedorismo entre os alunos de pós‐graduação (a formação de empresas de consultoria em engenharia e de desenvolvimento tecnológico) e o contato com profissionais atuando em projetos de biorrefinarias.

FORMATO

Atividades em classe proverão aos estudantes elementos chaves para o desenvolvimento de um projeto de uma biorrefinaria no contexto de fase conceitual. Estudantes aplicarão esse conhecimento em um trabalho em grupo (projeto).

O projeto será desenvolvido em grupos (3 a 4 pessoas), os quais terão o papel de uma empresa de consultoria e apresentarão os resultados do projeto para um painel representando o cliente (usina de cana‐de‐açúcar ou de celulose).

OBJETIVOS DO APRENDIZADO

Após conclusão da disciplina os estudantes estarão aptos a:

  1. Identificar as principais tecnologias associadas com biorrefinarias (cana‐de‐açúcar e florestal) e as oportunidades de negócios associadas
  2. Desenvolver projetos conceituais usando a abordagem de “análise em blocos” em planilhas Excel
  3. Desenvolver modelo econômico (ordem de magnitude) em Excel para avaliar o potencial de estratégias candidatas de biorrefinarias
  4. Propor medidas mitigadoras de riscos de mercado e tecnológico desenvolvendo estratégias de implantação em fases dos projetos de biorrefinarias
  5. Aplicar análise de sensibilidade aos principais parâmetros econômicos e tecnológicos
  6. Definir critérios de decisão relacionados a aspectos técnico‐econômicos, tecnológico, mercadológico, e ambiental para eliminar alternativas de projetos
  7. Aplicar habilidades cognitivas de projeto: raciocínio com soluções abertas, conhecimento multidisciplinar (negócio/técnico), pensamento crítico, extrapolação de conhecimento a situações diferentes, trabalho em equipe

INOVA no Facebook

Junte-se aos +2.000

INOVA no Twitter

Siga as novidades no

INOVA no Flickr

Descubra a INOVA

INOVA NO LINKEDIN

Acompanhe nossas
TOP