Notcias

30 jun Empresas incubadas na Incamp participam do Demoday do Movimento 100 Open Startups em Campinas

Texto e imagens: Marina Nania

Três startups integrantes da Incubadora de Empresas de Base Tecnológica da Unicamp (Incamp) apresentaram seus pitches durante Demoday do Movimento 100 Open Startups: Hoobox Robotics, Holi e Bioxthica. O evento, que ocorreu no dia 29 de julho na Unicamp, reuniu os principais atores que impulsionam o ecossistema de inovação da região e teve como tema “Grandes Empresas e Startups: Novos Modelos de Negócio para a Inovação”.

A Hoobox Robotics, empresa que desenvolve tecnologia 3D e inteligência artificial para entender e prever comportamentos humanos, se destaca como quinta colocada na categoria de Saúde e Bem-Estar do Ranking 100 Open Startups Brasil. Durante seu pitch, o co-fundador da startup Paulo Gurgel Pinheiro apresentou o Wheelie, solução capaz de traduzir expressões faciais em comandos para controlar uma cadeira de rodas. “A Hoobox acredita que podemos oferecer à pessoa com deficiência a possibilidade de conquistar sua mobilidade e autonomia por meio de nossa tecnologia”, afirma Pinheiro.

Figurando na lista de empresas promissoras do novo ciclo do Movimento 100 Open Startups, a Holi apresentou ao público sua linha de snacks funcionais – alimentos naturais produzidos à base de frutas, legumes e verduras. Maurilio Santos Junior, co-fundador da Holi, explica que os snacks são nutracêuticos, e vêm ao mercado para substituir cápsulas, candies e bebidas em pó artificiais. Além da linha Beleza Integral, que já está disponível nos sabores Frutas Amarelas e Salada de Frutas, a Holi pretende lançar linhas voltadas ao mercado fitness, mobilidade e memória durante os próximos meses.

Outra startup que vem atraindo olhares dos avaliadores no novo ciclo é a Bioxthica, que está atualmente em processo de pré-incubação na Incamp. A empresa oferece uma plataforma de software e hardware que possibilita a mensuração dos movimentos corporais durante sessões da terapia motora e neurofuncionais, auxiliando na análise do progresso do paciente. “A tecnologia oferece maior motivação durante o tratamento para os pacientes, por meio de interatividade com ambientes virtuais que são associados a estímulos motores e cognitivos”, conta o fundador da startup, Alexandre Fonseca Brandão.

As startups que apresentaram seu pitch durante o evento foram avaliadas pelo público, e sua pontuação será considerada na definição do próximo ranking do Movimento 100 Open Startups. “O Demoday do Movimento 100 Open Startups é uma ótima oportunidade para que as startups convocadas ampliem sua visibilidade e, através do contato com grandes empresas, possam melhor formatar e validar suas soluções diretamente com o mercado” aponta Mariana Zanatta, gerente da Incamp e do Parque Científico de Tecnológico da Unicamp.

Nenhum comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.