ANÁLISE DE BOLSAS DE ESTÍMULO À INOVAÇÃO
A Inova Unicamp analisa o cunho inovador de solicitações de Bolsas de Estímulo à Inovação oferecidas por empresas com convênio de pesquisa e desenvolvimento com a Unicamp para docentes, pesquisadores e estudantes envolvidos no projeto de parceria.

Promova a inovação com setor empresarial

A Política de Inovação da Unicamp prevê a possibilidade de empresas,  indústrias e instituições públicas que venham firmar parcerias em convênios de P&D com a Unicamp ofereçam bolsas de estímulo à inovação à comunidade interna da Unicamp no caráter de doação e isento de impostos, como já ocorre em outras bolsas acadêmicas.

O diferencial é que esta bolsa é oferecida pela empresa ou indústria ou instituição envolvida no convênio de P&D para a comunidade interna da Unicamp, desde que o(s) bolsista(s) exerça(m) atividades ligadas à inovação no projeto, conforme previsto na Resolução GR-075/2020 que regulamenta a Política de Inovação da Unicamp quanto às bolsas.

Para aproveitar o benefício e recrutar bolsistas dedicados à inovação em seus projetos, o Plano de Trabalho das bolsas vinculadas ao convênio de P&D deve expressar claramente valores, carga horária, duração do benefício, descrição das atividades de fomento à inovação e perfis dos bolsistas que serão contemplados pela empresa no projeto aprovado.

Com o Plano de Trabalho detalhado, os coordenadores dos convênios ligados à Unicamp devem submeter o Plano para análise e tramitação por diversas instâncias internas da Universidade, sendo a primeira delas a Inova Unicamp que facilita esse processo com orientações e emite parecer de inovação sobre a bolsa.

Atenção: Para acessar a plataforma, logue com seus dados SiSe Unicamp.

Processo para aprovar uma Bolsa de Estímulo à Inovação de Empresas na Unicamp


1 - Plano de Trabalho completo: Em parceria com a empresa responsável pelo pagamento do benefício, detalhe no Plano de Trabalho todas as atividades de todas as Bolsas de Estímulo à Inovação ligadas ao convênio.


2 - Solicitação de análise: Os coordenadores dos projetos devem contatar diretamente a Agência de Inovação da Unicamp via formulário, preencher os dados dos beneficiários e anexar o Plano.


3 - Parecer da Inova: Após o cadastro, a Inova terá 10 dias úteis para apresentar o parecer de análise referente ao cunho de inovação do Plano apresentado.


4 - Abertura do processo: Se o parecer for positivo, o docente deve reunir todos os documentos necessários, incluindo o parecer, para abrir o processo de parceria na sua Unidade de Pesquisa.


5 - Tramitação interna: O processo tramitará e será avaliado pela Congregação da Unidade de abertura do processo, Procuradoria Geral, CAAC e CEPE.


6 - Assinatura de concessão: O processo aprovado é assinado pela reitoria e segue para a Funcamp, se tiver sua interveniência, ou para a Unidade de abertura. Pronto, inicie as atividades de fomento à inovação!

Inova Unicamp analisa apenas o cunho de inovação

Além de ser o órgão de conexão entre o setor empresarial e a Universidade que negociará o convênio de P&D, a Inova Unicamp é o único Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT) da Universidade. Assim, como especialista em inovação, seu papel no processo de concessão da Bolsa de Estímulo à Inovação é apenas de análise se o que está descrito como atividade de fomento à inovação a ser beneficiada realmente se trata de algum tipo de inovação.

Ou seja, a Inova é apenas a primeira etapa do processo e não cabe à Inova julgar equipe selecionada para se beneficiar com a bolsa ou o conteúdo do plano de trabalho (como carga horária e valores) ou decidir sobre a aprovação final da bolsa ou outras características do Plano de Trabalho. Esses aspectos serão avaliados por outras instâncias, incluindo as congregações das unidades de origem dos beneficiados.

A concessão da Bolsa de Estímulo à Inovação de empresas para os alunos, pesquisadores, servidores e docentes da Universidade só será aprovada quando o processo tramitar positivamente em todas as instâncias internas da Unicamp.

Definições de inovação

A Inova utiliza as denifições estabelecidas pelo Manual de Oslo, estabelecido pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE)

Perguntas Frequentes

Está com dúvidas? Confira se a resposta está na nossa FAQ

Conteúdo complementar para solicitação de análise da Bolsa de Estímulo à Inovação de empresas

Caso você seja coordenador(a) de um convênio de Pesquisa e Desenvolvimento entre a Unicamp e o setor empresarial e precisa de mais orientações quanto à redação do Plano de Trabalho ou sobre o que permite ou não a Bolsa, por favor, confira os conteúdos complementares:

Importante: Lembre-se que convênios de P&D com o setor empresarial devem ser comunicados para a Inova Unicamp, conforme previsto em  Decreto Estadual de São Paulo (62.817/2017) e Deliberação Interna da Unicamp (CONSU-A-012/2018). A Agência também auxilia pesquisadores da Universidade no convênio de parceria com instituições públicas.

Facebook

Twitter

Flickr

LINKEDIN

INSTAGRAM

TOP