1163_NANOFIBRAS

Descrição

PROCESSO DE OBTENÇÃO DE NANOCOMPÓSITO, NANOCOMPÓSITO OBTIDO PELO PROCESSO E USO DO MESMO

Novo nanocompósito para aplicação médica com propriedade bactericida, biocompatível e elástica.

Biopolímeros são empregados nas indústrias de embalagem, têxtil, eletrônica e na agricultura em substituição aos polímeros a base de petróleo a fim de reduzir a agressão ao meio ambiente. O poli (ácido láctico) – PLA se destaca como excelente alternativa na área médica devido às suas propriedades de biocompatibilidade. O Óxido de Zinco (ZnO) apresenta alta estabilidade térmica, fotoestabilidade, rigidez, propriedades piezoelétricas, bactericidas, capacidade de absorção de elementos químicos, baixa toxicidade, biocompatibilidade e biodegradabilidade tornando-se um eficiente reforço em biopolímeros.

Pesquisadores da Unicamp desenvolveram um novo processo de obtenção de nanocompósito de PLA com as nanofibras contínuas de ZnO para aplicações na área médica (parafusos e placas para implantes ósseos) e em embalagens descartáveis. A inédita utilização do Óxido de Zinco na forma de nanofibras, gera uma mudança nas propriedades finais do material, já que a maior razão de aspecto das fibras é mais eficiente durante uma solicitação mecânica.

Oportunidades de mercado

Biocompatível e bactericida
Aplicação em parafusos e placas para implantes ósseos e embalagens
Propriedade mecânica (módulo elástico) superior às outras misturas de biopolímeros

Inventores
Ana Rita Morales
RENATO CARAJELELESCOV NONATO
LUCIA HELENA INNOCENTINI MEI