Fundo com as cores da inova, ícone do coronavírus e texto: Chamada de Cases

Chamada de cases sobre soluções de startups para a pandemia do COVID-19

Por Kátia Kishi

A Agência de Inovação da Unicamp abre uma chamada de cases de startups que têm ou estão adaptando ou desenvolvendo soluções que possam mitigar problemas relacionados à pandemia do COVID-19, conhecido como coronavírus.

O propósito é conhecer as soluções dessas startups, em especial das empresas-filhas da Unicamp fundada por ex-alunos da Universidade, para que elas sejam divulgadas e, assim, conectadas às entidades ou pessoas que estão enfrentando os problemas, explica o diretor-executivo da Inova Unicamp, professor Newton Frateschi:

“A inovação é essencial para continuarmos evoluindo enquanto sociedade, principalmente em momentos de crises como a que estamos enfrentando com essa pandemia. Por isso, é importante destacarmos as boas iniciativas inovadoras e também realizar um esforço para conectar os atores que estão enfrentando problemas com os que estão desenvolvendo soluções.”, explica Frateschi sobre a iniciativa.

Os cases serão analisados para avaliar sua aplicabilidade e divulgados no site oficial da Agência de Inovação da Unicamp (www.inova.unicamp.br). Também serão prospectados parceiros ou atores potenciais para que as soluções sejam potencializadas para uma absorção do mercado.

 

Conte sua solução para a crise do COVID-19

A iniciativa de mapear as startups que estão atuando com soluções para os problemas gerados com a pandemia do COVID-19 está ocorrendo de forma coordenada entre a Unicamp e outras instituições do ecossistema de inovação de Campinas.

A intenção desse mapeamento é encontrar soluções de startups, principalmente entre empresas-filhas, em diversos aspectos sociais que estão sendo afetadas com a pandemia do COVID-19. Ou seja, serão analisados os casos de iniciativas que solucionam ou mitiguem os problemas nos campos de prevenção, tratamento, diagnóstico, e nas mudanças de estilo de vida pessoal ou profissional.

A iniciativa de mapear as soluções de startups é inspirada e também contribuirá para o Coronavirus Innovation Map em desenvolvimento pela StartupBlink, que pesquisa e mapeia globalmente o ecossistema de startups e está listando soluções ao redor do mundo para que conectar os empreendedores.

A StartupBlink também está organizando um evento online no dia 25 de março às 17h de Londres, Reino Unido, para lançar o mapa da inovação de soluções para problemas relacionados ao COVID-19 (saiba mais).

Interessados devem preencher este formulário Google para informar a solução contra a crise do COVID-19.

 

Solução de startup italiana na pandemia do COVID-19

Equipe da startup de máscara segurando as válvulas empacotadas

Equipe da startup italiana Isinnova mostra válvulas produzidas com uma impressora 3D para hospitais. Divulgação via REUTERS

A inovação e adaptações também estão sendo ferramentas de combate à pandemia em outros países, como o caso da startup italiana Isinnova que imprimiu válvulas 3D emergenciais para serem usadas em respiradores de hospitais que estão atendendo pacientes em casos diagnosticados com coronavírus na Itália.

As válvulas conhecidas como Venturi se conectam às máscaras de oxigênio e aos respiradores que tratam pacientes com complicações respiratórias, mas estão em escassez por conta do excesso de casos no mundo. O fundador da startup, Cristian Fracassi, soube da falta do material, imprimiu alguns protótipos e um hospital de Chiari, na região da Lombardia, testou confirmando sua funcionalidade.

A empresa imprimiu 100 válvulas e as entregou gratuitamente para o hospital, afirmando que o custo foi muito baixo para uma válvula de 20 gramas em plástico: “Não vou cobrar do hospital… Foi o mínimo que pude fazer para ajudar médicos e enfermeiros que trabalham o dia inteiro para salvar vidas humanas”, declarou Fracassi.

Após crise, a startup não pretende comercializar o produto devido à dificuldade em produzir as peças pequenas, além do risco de contaminação, sendo aconselhável a produção de forma clínica.