Homens sentados em mesa assistem transmissão de reunião para assinatura convênio em tela de tv

Unicamp firma convênio com a Prefeitura de São José do Rio Preto para projeto de inovação

Parceria estabelece cooperação para pesquisa e desenvolvimento de novas soluções tecnológicas. Sistema de gestão de gastos da Secretaria de Saúde será o primeiro otimizado no município a partir do conceito de cidades inteligentes 

Texto: Ana Paula Palazi | Foto: Marcos Morelli/SMSC

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e a Prefeitura Municipal de São José do Rio Preto assinaram, nesta segunda-feira (22), um convênio de cooperação em projetos de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) voltados para a inovação tecnológica. O documento tem validade de cinco anos e abrange quaisquer áreas do conhecimento da Universidade.  A assinatura aconteceu em evento híbrido com a presença do Pró-Reitor de Pesquisa da Unicamp, João Marcos Travassos Romano, e do prefeito da cidade, Edson Coelho Araújo. Durante o encontro, transmitido ao vivo pelo Canal do YouTube da Inova Unicamp, também foi firmado o aditivo “número 1” da parceria.

O primeiro projeto compreende uma solução digital para integração de serviços públicos com a customização de um software de planejamento e gestão – um ERP Municipal – de código aberto, que será a base da plataforma eGov do município, que fica localizado no noroeste paulista. Além disso, haverá o desenvolvimento de um sistema de controle de custos para a Secretaria Municipal de Saúde, com o uso de Inteligência Artificial, como uma das funcionalidades adicionais dessa plataforma.

“Vamos desenvolver esse projeto de P&D em cima de um trabalho feito por um servidor da Prefeitura de São José do Rio Preto, que projetou um sistema premiado de apuração de despesas e custos para a saúde. Faremos a transformação digital desse sistema, hoje, semi-manual, aumentando a capacidade de processamento, para que tenha um alcance ainda maior”, explicou o professor da Unicamp, Leonardo Mendes, coordenador das atividades do convênio.

Com a otimização da utilização dos recursos, Rio Preto busca se inserir no mapa das cidades inteligentes, que usam a tecnologia para amparar o desenvolvimento humano e social, na busca pela qualidade de vida dos cidadãos. Nessa primeira fase, serão usadas técnicas de mineração e análise de dados (Data Mining e Data Analytics) para melhorar processos já desenvolvidos na forma analógica. Pesquisadores, alunos e funcionários da Faculdade de Engenharia Elétrica e de Computação (FEEC) da Unicamp participarão do projeto.

O Pró-Reitor de Pesquisa da Unicamp, professor João Marcos Travassos Romano, que participou virtualmente do evento representando o Reitor da Unicamp, professor Antonio José de Almeida Meirelles, destacou a importância que a gestão da universidade atribui à relação com as prefeituras de cidades como São José do Rio Preto. Em agosto, o município de população estimada em 469 mil habitantes foi elevado à sede da sétima Região Metropolitana criada no Estado.

“O tema de cidades inteligentes ganhou espaço significativo em vários grupos de pesquisa na Unicamp nos últimos anos. Que esse seja o primeiro de vários projetos que possam envolver também a educação, a empresa de processamento do município e várias outras áreas. O nosso interesse é total em cooperar e manter a Unicamp aberta às cidades brasileiras, em especial às cidades paulistas, aproximando a Universidade da sociedade”, disse Romano.  

Relacionamento com a Unicamp

Essa não é a primeira vez que o município de São José do Rio Preto firma uma parceria com a Unicamp para desenvolvimento de processos tecnológicos focados na apresentação de soluções para a cidade. Entre 2004 e 2008, pesquisadores participaram de uma série de estudos que propuseram desde um Sistema Integrado de Governança à implantação do programa de inclusão digital, para alunos de escolas públicas, conhecido como Conexão do Saber. 

“A Unicamp, tradicionalmente, tem sido uma parceira da cidade e estar acompanhado de uma universidade do porte da Unicamp nos enche de orgulho. Temos por princípio fazer mais, e melhor, com menos. Com certeza, esse projeto vai proporcionar um controle mais eficiente dos gastos públicos. O tema das cidades inteligentes faz parte da ordem do dia e queremos estar na linha de frente”, disse o prefeito de São José do Rio Preto, Edson Coelho Araújo.

O contrato com a Secretaria de Saúde tem prazo de doze meses e o município investirá o valor máximo de 294 mil reais.  A diretora-executiva da Inova Unicamp, Ana Frattini, explica que convênios como esse trazem benefícios para ambas as partes. A Agência de Inovação da Unicamp é responsável, entre outras coisas, por intermediar as negociações da universidade com empresas privadas e o setor público.

“São muitos os benefícios dessas parcerias. De um lado, a prefeitura tem acesso a pesquisadores de renome que desenvolvem soluções de base científico-tecnológicas feitas sob medida. Do outro, a entrada de recursos contribui para a manutenção dos laboratórios da Universidade. Além disso, nossos alunos se aproximam de demandas do mercado e se preparam mais fortemente para os desafios profissionais posteriores à vida acadêmica”, finaliza.